Deixe um comentário

A ideia de Stephen Jay Gould

Há 64 anos, é comemorado neste 21 de janeiro o Dia Mundial da Religião. Tal data foi estabelecida, evidentemente, na tentativa de promover a liberdade e a tolerância entre as religiões e entre aqueles que acreditam ou não em algo além da verificação científica.

Nestes tempos, é interessante relembrar as ideias de Stephen Jay Gould, cientista que morreu em 2002. Gould não foi apenas um grande biólogo. Foi considerado por muitos o maior estudioso da Evolução desde Charles Darwin, feito que não é para poucos, definitivamente.

Mas, mesmo diante de uma visão científica, fria e sistemática, Gould pregava a tolerância com a concepção religiosa da vida e do ser humano. Em sua última obra, Pilares do Tempo, lançada poucos meses antes de sua morte, o cientista norte-americano resumiu suas ideias a respeito do conflito Ciência x Religião nestas lúcidas e concisas palavras:

“Não vejo como a ciência e a religião podem ser unificadas, ou mesmo sintetizadas, sob qualquer esquema comum de explicação ou análise. Mas tampouco entendo por que as duas experiências devem ser conflitantes. A ciência tenta documentar o caráter factual do mundo natural, desenvolvendo teorias que coordenem e expliquem esses fatos. A religião, por sua vez, opera na esfera igualmente importante, mas completamente diferente, dos desígnios, significados e valores humanos – assuntos que a esfera factual da ciência pode até esclarecer, mas nunca solucionar.”

Stephen Jay Gould

Stephen Jay Gould

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: