1 comentário

Os 70 de Paulinho

Sinceramente, não sabia que seria assim. Paulinho da Viola acabou de completar 70 anos. E, como o vinho, parece melhor a cada primavera que completa. Não tive dúvidas de que precisava escrever algo a respeito. Algo discreto, com sua conhecida palavra cristalina e sem pressa, como o velho marinheiro que, durante o nevoeiro, leva o barco devagar.

Desnecessário mencionar a importância de Paulinho e de sua simplicidade para a música brasileira. Mesmo sem fazer revoluções, o compositor aceitou o argumento e alterou o samba tanto assim. A ponto de elevá-lo ao status de MPB, deixando para trás a velha imagem do sambista-malandro-boêmio.

Não precisou de talismã, nem de patuá… Somente das vivências de um sonhador para escrever inúmeras canções sobre amor, desilusão, paixões, como um rio que passou em minha vida e meu coração se deixou levar. Pois samba bom é assim, faz tudo mudar. É só alegria, tristeza não tem lugar.

Pensando bem, melhor não me estender. Não faz sentido ler sobre Paulinho. Samba bom se ouve, e não se lê. Nos 70 anos do compositor, aí vão os meus 7 sambas favoritos:

Foi Demais

Argumento

Talismã 

Pecado Capital

Dança da Solidão

Foi um rio que passou em minha vida

Amor é assim

Um comentário em “Os 70 de Paulinho

  1. Filho adorei o texto sobre o Paulinho da Viola,achei coisa de poeta,porem bem espirituoso como eu gosto. Que tal começar a compor tambem? Bjo. Mãe

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: